Nem todo mundo tem tempo ou recursos para pagar uma faculdade, por isso, muitos recorrem a profissões que não exigem ensino superior e onde os cursos técnicos são mais rápidos, assim, conseguem se formar e exercer a atividade profissional com mais rapidez.

Dentre os muitos cursos profissionalizantes que existem, um dos mais procurados é o de eletricista. Essa é uma área muito ampla, essencial e possui muito campo para atuação. Por isso é uma das opções mais procuradas.

Se você deseja se tornar um eletricista mas não sabe como, então neste post você vai descobrir quais são os segmentos da elétrica e como virar um eletricista.

Como virar um Eletricista Predial e Residencial

Como já foi dito, a área da elétrica é muito ampla, no entanto, a opção mais procurada pelas pessoas é o sobre a elétrica de baixa tensão em prédios, residências e comércios. No entanto, para se tornar um eletricista é preciso investir em um curso profissionalizante, a fim de não apenas conhecer, mas ganhar o direito de exercer a profissão. 

Existe um curso no SESI que ensina como se tornar um eletricista predial e residencial. Esse curso possui uma carga horária de 160 horas e nele você vai aprender tudo sobre elétrica de baixa tensão.

A primeira lição é sobre teoria eletrônica, neste módulo aprende-se sobre o que é a eletricidade  e como ela funciona. Em suma, é o conhecimento mais amplo da eletricidade. A capacitação aborda assuntos como tensão elétrica, corrente elétrica, resistência elétrica, circuito elétrico, potência elétrica, Lei de Ohm, Leis de Kirchoff, associação de resistores em série, magnetismo, eletromagnetismo e corrente alternada.

Todos esses assuntos serão tratados tanto de forma teórica quanto prática. Essa primeira parte consiste em mostrar todo tipo de corrente elétrica presente nos prédios e residências, a fim de que o aluno se intere de como é realizada a instalação da corrente elétrica nesses locais.

Outro módulo do curso diz respeito a leitura de interpretação de diagramas, materiais necessários para um eletricista, ferramentas, equipamentos de segurança, instrumentos, instrumentos de medição e fios e cabos elétricos. 

Essa parte do curso consiste em apresentar quais são os equipamentos e ferramentas que um eletricista predial e doméstico costuma utilizar. O módulo não apenas apresenta esses utensílios, mas ensina a funcionalidade de cada um deles e onde eles podem ser operados. Essa é uma parte mais prática. 

A seguir é abordado sobre atividades comuns aos eletricistas dessa área. Diante disso, o módulo ensina sobre os eletrodutos, emenda de condutores, sistemas de iluminação, projeto de instalações elétricas, proteção das instalações elétricas, dispositivos de proteção contra surtos (DPS) e ligação à terra, conhecido como aterramento.

Neste tópico é ensinado como fazer todo tipo de instalação  e como proteger essas instalações de alguns problemas que possam surgir. Essa é a parte prática do curso. Você vai aprender tudo que precisa sobre como fazer uma instalação eficaz.

Por fim, o curso finaliza com assuntos importantes relacionados à segurança do trabalho, meio ambiente, qualidade, planejamento, orçamento, circuito alimentador e de distribuição, técnicas de manutenção, técnicas de inspeção de sistemas de redes elétricas e instalação de quadro. 

Se você quer ser um eletricista residencial ou predial em Juiz de Fora, precisa começar com a formação certa. Por isso o curso de eletricista profissional da Engehall acaba sendo o caminho perfeito para muita gente.

Então se tiver qualquer dúvida sobre como encontrar este curso ou mesmo um caminho perfeito para sua carreira, é só me chamar que assim que der eu te dou uma ajuda.

Qualquer dúvida estamos à disposição!

Logo, nesta última parte do módulo é ensinado sobre as leis que precisam ser seguidas tanto em relação a segurança do trabalho, como ambiental e como fazer um orçamento que esteja de acordo com as normas e como fazer a manutenção de uma rede elétrica já existente. Portanto, se você deseja se tornar um eletricista predial, saiba que precisa estudar muito.

como-virar-um-eletricista

Como virar um Eletricista Industrial 

O trabalho de um eletricista industrial é semelhante ao de um eletricista predial, porém, o que diferencia são alguns conhecimentos a mais que esses profissionais precisam ter. Contudo, para se tornar um eletricista industrial também é preciso fazer um curso profissionalizante específico para essa área. 

Mesmo que você tenha feito um curso de eletricista predial, só poderá utilizar alguns conhecimentos. Portanto, será preciso fazer esse outro investimento. Uma escola que fornece esse tipo de educação é o Mundo Senai com um curso de 380 horas.

O primeiro ensinamento do curso de eletricista industrial é sobre comandos elétricos. Nessa aula você vai aprender a montar, utilizar, fazer teste, esboços e validação de comandos elétricos. Esse primeiro tópico tem uma carga horária de 120 horas. 

A segunda lição é sobre inversores de frequência soft-starter. Nesta parte será ensinado sobre como interpretar, montar e configurar um inversor/ conversor e soft-starter. Claro que também será ensinado o que são e qual a função de cada um deles em 40 horas. 

O terceiro módulo é sobre controladores lógicos programáveis. Ele vai ensinar como montar, configurar, programar e fazer o diagnóstico de um controlador lógico programável, conhecido como CLP.  Essa parte do curso tem duração de 60 horas.

A quarta parte do módulo vai ensinar tudo sobre instalações prediais. Logo, se você fez um curso de eletricista predial será nesta parte da aula que você vai rever tudo que já estudou, mas de maneira resumida, pois a carga horária desse tópico são de 80 horas. 

Por fim, o curso é finalizado com 80 horas de ensinamento sobre eletricidade geral. Ele vai abordar de maneira básica, técnica e científica sobre as grandezas elétricas e o funcionamento dos circuitos elétricos.

O que você precisa saber para se tornar um eletricista é que essa profissão vai exigir de você tempo e investimento em cursos profissionalizantes. Todos esses cursos abordam o que um eletricista precisa fazer. No entanto, o verdadeiro conhecimento é adquirido também fora da sala de aula. Logo, é importante, sempre estar estudando e se aprimorando cada dia mais.

O mundo evolui a cada dia, assim como as profissões, diante disso, sempre existirá a necessidade de estar em constante aprendizado. 

Os cursos que foram indicados aqui neste post, é o primeiro degrau, mas não se conforme apenas com um diploma. A sorte acompanha as pessoas preparadas. Quanto mais você souber e se especializar, mais oportunidades surgirão na sua vida. 

Essas foram as orientações para você que deseja se tornar um eletricista predial ou industrial. Agora é só escolher a área que mais te encantou e iniciar a especialização.

Todas estas opções têm como um dos principais focos de especialização um curso de NR10. Mas qual o valor nr10 curso? Clique no link e confira!

Até a próxima!